Publicidade

NanoFlowcellQuantino_01

nanoFlowcell a empresa que nem existe e vendeu 25.500 carros elétricos

Compartilhe:
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A nanoFlowcell ainda nem existe fisicamente e já vendeu 25.500 veículos elétricos, todos alimentados pelas suas baterias de fluxo que possuem autonomia 20x maior e tempo de recarga muito inferior as baterias de lítio.

NanoFlowcellQuantino_01

nanoFlowcell Quantino

A nanoFlowcell é uma startup suíça que desenvolveu uma bateria de fluxo que utiliza um composto chamado bi-íon, que oferece capacidade de carga 20x maior que as atuais baterias de lítio e são recarregadas em um tempo muito menor.

NanoFlowcellQuantino_02

nanoFlowcell Quantino

Estas baterias de fluxo utilizam o composto bi-íon que é como sugere o nome, composto de 2 eletrólitos líquidos inofensivos ao ser humano, e que ficam armazenados em células de bateria, gerando eletricidade por um processo químico.



O superesportivo da marca, o Quanto, possui autonomia de 1000 Km e faz de 0-100 em menos de 5 segundos, e chega a 200 Km/h, utilizando um sistema elétrico de 48V e 4 motores elétricos de 770 cv (1 em cada roda). Este modelo teve 500 unidades compradas custando 3 milhões de Euros cada.

NanoFlowcellQuant_01

nanoFlowcell Quant

Mas o xodó da empresa é o crossover Quantino, que teve 25.000 unidades vendidas, que possuirão tanques de bi-íon de 350 litros.

NanoFlowcellQuant_02

nanoFlowcell Quant

Mas a nanoFlowcell não possui fábrica, é um startup no papel por enquanto, mas que recebeu um aporte de um comprador chinês, que investiu 3,1 bilhões de Euros pelos 25.500 Quantinos, com este investimento a nanoFlowcell pretende montar suas fábricas no processo CKD e enviar as peças para montagem no destino final, parte desse aporte inicial também será utilizado para financiar a construção de sua fábrica de bi-íon.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *