Publicidade

A crise enfrentada pela Ford

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Não é por causa do Coronavírus, mas a Ford vem passando por uma crise bastante grande já desde o ano passado, com baixas vendas, redução de produtos e até mesmo fábrica fechada.

Desde o ano passado, devido a crise pela qual a Ford vem passando, ela vem cortando produtos da sua gama, iniciando 2019 com o final de produção do Focus, seguido ao longo do ano pelo fim da produção do Fiesta, e agora em Maio de 2020 é marcado o final da produção do Fusion, que já havia sido encerrado nos Estados Unidos, agora encerra também no Brasil, além de deixar de vender a versão flex da Ranger e optar somente pela Edge versão ST, tudo isso devido ao baixissimo emplacamento desses modelos, gerando prejuízos para a montadora.



Não bastasse somente a redução de produtos, a queda de vendas de caminhões obrigou a Ford a encerrar as atividades da planta de caminhões no ABC Paulista, o que gerou 3000 desempregos diretos além do fim da linha de veículos pesados da marca no Brasil, eliminado as famílias Cargo e todas as Series F.

Ford Ecosport 2021

Com isso a Ford comercializará somente 6 modelos no Brasil, sendo o Ka e Ka Sedan os lideres de vendas, responsáveis por 74% de emplacamentos da marca, seguidos pelo Ecosport, Ranger diesel, Mustang e Edge ST, respectivamente, sendo que o Edge vendeu menos de 100 unidades no primeiro trimestre de 2020, tornando a opção por manter a versão esportiva, e mais cara, a única disponível para a venda.



Em 2019 a Ford foi a única das quatro grandes montadoras do Brasil a registrar queda em crescimento, enquanto a Volkswagen teve um crescimento de 12,56%, a Fiat um crescimento de 12,4%, e a Chevrolet com 9,54%, a Ford teve uma diminuição de 3,53%, e o baixo desempenho da marca é a nível Global.

Ford Courier 2023

A esperança da Ford esta no nicho de SUVs e veículos médios e pesados, onde já vem tentando se recuperar com a Ecosport, iniciando com a versão sem estepe da Ecosport, o que não refletiu nada em vendas, mas que mesmo assim será a aposta da montadora, que já está planejando uma remodelagem total, tanto estética, quando mecânica e tecnológica do SUV para 2021, além de trazer o SUV grande Territory importado da China com motor 1.5 turbo, o SUV grande Escape e o SUV médio Bronco que ficará no patamar de preço do Fusion.



Por fim, a Ford irá apostar por aqui em 2 projetos de SUV médios chamados de BX784 e um acupezado chamado de BX785, e também uma picape média para competir com Fiat Toro e a futura Hyundai Santa Cruz, chamada de Courier.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *