Publicidade

Uso de transporte por aplicativo aumenta emissão de poluentes em até 69%

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um estudo de uma entidade norte americana de proteção ambiental sem fins lucrativos revelou que o uso de transporte por aplicativo aumenta a emissão de poluentes em até 69%.

Apesar do intuito dos aplicativos de transporte, de reduzir o volume de veículos, isso não ocorre, causando um aumento do número de veículos nas ruas, congestionando mais o trânsito porque os carros particulares não deixaram de ser usados e principalmente aumenta o volume de poluentes lançados na atmosfera.

De acordo com o estudo da Union of Concerned Scientists o principal motivo para o aumento de emissões se deve ao chamado “deadheading”, que é o tempo rodado sem passageiros, pois diferente dos carros particulares, os carros de aplicativo rodam bastante tempo sem passageiros, além de que a maioria esmagadora de veículos usados pelos motoristas de aplicativo são a combustão, o que eleva o aumento de emissões em 69% e a emissão de carbono em 47%.



Uber e Lyft, duas das empresas que foram abordadas no estudo, alertam inclusive que apesar de seus aplicativos incentivarem o transporte em grupo, essa alternativa ainda não é vista com bons olhos, fazendo com que a redução de veículos nas ruas não aconteça, além disso, as duas ainda ressaltam que incentivam e focarão mais ainda no uso de transporte público, patinetes e bicicletas elétricas, além de sugerirem que as cidades façam sua parte, favorecendo a aquisição de veículos elétricos para os motoristas de aplicativos.

No final das contas, uma idéia que nasceu com uma ideologia boa, acabou vingando mais problemas para a sociedade e o meio ambiente, menos mal que Uber e Lyft se mostram engajadas na solução destes problemas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *