Publicidade

Nissan estuda separação da Renault

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os executivos da Nissan já vem desde a administração de Carlos Ghosn descontentes com as idéias de integração de engenharias e produção da Renault e Nissan.

Agora, após a fuga de Carlos Ghosn para o Líbano, a Nissan está reforçando os estudos para separação da Renault, incluindo a divisão da produção, das engenharias e mudanças no conselho administrativo da Nissan.

A Nissan também comentou a uma reportagem do Financial Times que a fuga de Carlos Ghosn aumentou as chances da separação, porque a relação entre as duas empresas “se tornou tóxica, já que muitos executivos da Nissan creem que a empresa francesa põe para baixo o grupo japonês”.



Outro fator que ajuda na decisão, são as mudanças para o setor de eletrificados, quedas de vendas e aumento de custos, que pode favorecer a separação e parceria com outras marcas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *