Publicidade

Novo Corvette C8 parece mais Italiano do que Americano

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O nova versão do bólido da GM perde ar de muscle car e ganha design que lembra superesportivo Italiano.

O novo Corvette C8 (oitava geração), teve bruscas mudanças no design, trazendo linhas claramente inspiradas no design Italiano, desde as linhas de carroceria, quanto posicionamento do motor até o cockpit.



Quanto as linhas, ele recebeu uma descaracterização de muscle car para receber linhas mais fluídas e aerodinâmicas, seguindo uma “tendência” Italiana, e para isso com a ajuda do reposicionamento do motor, que antes era transversal frontal para um posicionamento central na traseira do veículo, longitudinalmente.

Para não descaracterizar totalmente o Corvette, a GM manteve a identidade nos faróis e aerofólio, principalmente pelo reposicionamento do motor na traseira, que reduziu o tamanho da dianteira e jogou o cockpit 42 cm mais para a frente, o que tirou toda a cara de muscle car do esportivo.



Quanto ao motor, ele é comportado, mantendo o V8 aspirado de 6,2 litros com 490 cv de potência e 64,3 kgfm de torque na configuração padrão, ou 495 cv e  65 kgfm na versão Z51 com escape esportivo, diferencial traseiro limitado e arrefecimento melhorado, tudo conectado as rodas por uma caixa de câmbio de dupla embreagem e 8 velocidades, levando o Corvette C8 de 0 – 100 km/h em menos de 3 segundos segundo a GM.

A suspensão também teve melhorias, principalmente na traseira, onde recebeu molas helicoidais para suportar a carga extra de peso do motor, mas só na versão FE4 é que ele possui os amortecedores de ação magnética.



A carroceria deixa a fibra de carbono de lado e adota alumínio em toda a sua estrutura, com capota rígida removível , e mesmo com motor traseira, ainda com um pequeno espaço para malas, mas tudo isso tem um custo, o peso, deixando o esportivo com 1500 kg.

Por dentro um acabamento padrão, a exceção da central multimídia de 12″ flutuante voltada para o motorista, a direção com base e topo planos e uma fileira enorme de botões no console central, o que o deixa com um visual bem “diferente”.



Ele deverá chegar ao mercado Norte Americano e Mundial por menos de $ 60.000 na versão de entrada, até porque ele poderá sair de fábrica tanto com voltante a direita quanto a esquerda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *