Publicidade

Volkswagen reestruturará plantas para economizar

Compartilhe:
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Volkswagen anunciou esta semana seu plano de redução de custos e com isso cortará o Golf da planta mexicana de Puebla e da planta alemã de Zwickau para a lendária Wolfsburg.

Wolfsburg a cidade alemã que surgiu por causa da Volkswagen

Com estas alterações estratégicas da alemã VW, o Golf deixa de ser vendido nos Estados Unidos diretamente para ser importado da Alemanha.

A planta mexicana de Puebla assim, abrirá espaço para o novo SUV compacto Tarek, atacando o mercado Norte Americano de SUVs com o menor do mercado.

Como parte dessa estratégia, a Volkswagen do Brasil abre as portas para um aumento de produção do Golf em São José dos Pinhais com o objetivo de suprir as exportações do Golf para a América Latina, antes cobertas pela planta de Puebla.



Esta é a primeira parte da estratégia, visa um aumento na produção de 25% até 2020 em todas as fábricas alemãs da marca, elevando a produção de Wolfburg para em torno de 1 milhão de veículos por ano.

O mesmo processo de concentração da produção do Golf em Wolfsburg acontecerá com o SEAT Tarraco, que é a versão espanhola (a SEAT é uma montadora espanhola pertencente ao grupo VW AG) da Tiguan Allspace vendida aqui, um SUV de sete lugares.

A Tharu que é vendida em outros mercados chegará ao Brasil como Tarek

Como segunda parte dessa estratégia a VW deverá focar no aumento de eficiência de 8 áreas da linha produtiva, ainda não especificadas, com o intuito de melhorar a performance, assim como também deverá dedicar esforço na logistica de peças para reduzir custos.

Para nós brasileiros, podemos esperar possível baixa no preço do Golf e o Tarek chegando logo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *