Publicidade

TorqueVectoring

O que é o sistema de vetorização de torque

Compartilhe:
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Com a chegada dos veículos elétricos, o sistema de vetorização de torque tem se tornado popular, mas afinal de contas, você sabe o que é isso?

TorqueVectoring

O sistema de vetorização de torque na realidade é um extra do sistema ABS que trabalha em conjunto com o controle de tração e de estabilidade, mas diferente dos dois, ele não reduz a potência do carro, ele faz com que o carro mantenha o controle nas curvas.

Os sistemas de controle de tração e estabilidade, ao detectarem uma possível derrapagem ou saída de curva, reduzem a potência do carro nas rodas que estão causando isso, fazendo com que o carro mantenha-se na curva seguindo o traçado.



O sistema de vetorização de torque não tira potência das rodas, ele aplica pressão nos freios de forma inteligente, que, ao detectar uma possível derrapagem ou saída de curva, o sistema freia as rodas que estão causando a instabilidade (geralmente as do lado interno da curva) aplicando mais ou menos pressão de forma a manter o carro no traçado correto da curva, sem tirar potência delas, mantendo assim a potência nas outras rodas, com a grande vantagem de curvas mais rápidas.

Caso o sistema de vetorização de torque seja insuficiente para corrigir a derrapagem ou saída de curva do carro, ai entram o sistema de controle de estabilidade e tração.

Nos carros elétricos com mais de um motor esse sistema funciona de forma ainda mais eficiente, pois ele não precisa freiar a roda, só diminuir a rotação da roda que está causando a instabilidade e seguir no traçado, jogando ainda mais força nas rodas que estão no traçado. Carros elétricos com 4 motores são ainda mais eficientes, pois tem um motor por roda, isso agrega velocidade e segurança nas curvas.

Algumas montadoras ainda tem um sistema de direção que durante a ativação do sistema de vetorização de torque, endurece a direção na direção que está causando a instabilidade do veículo, forçando o condutor a corrigir a trajetória.

Estes sistemas eletrônicos todos podem ser uma dor de cabeça para os mecânicos (daqui a pouco o garoto da TI vai ser o mecânico), mas para os condutores é muito mais segurança e diversão ao volante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *