Publicidade

Anatel anuncia o fim dos telefones Xing-Ling

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Olá povo.

Esta semana a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), órgão regulador de toda telefonia no Brasil, anunciou medida para acabar com o comércio de celular clonados, não certificados ou irregulares dentro do todo território nacional.

Desde 2011 a agência já vem planejando acabar com os equipamentos irregulares, e faz alguns anos que ela lançou o sistema SIGA (Sistema Integrado de Gestão de Aparelhos), que foi criado justamente para gerir todos equipamentos registrados nas redes de telefonia.

Como vai funcionar?

A partir do dia 30/06/2017, todos aparelhos irregulares receberão um SMS sobre o seu status e dentro de 75 dias deixarão de funcionar nas redes de telefonia, assim, deixarão de funcionar como celulares, e passarão a funcionar como tablets pequenos!

Como saber se seu telefone é regular ou irregular? Primeiro passo, verifique se o mesmo possui o selo da Anatel conforme imagem:

Além disso é possível verificar no próprio site da Anatel, nesse link, onde você pode pesquisar por marca e modelo, além de diversos outros dados, e o resultado dirá se o aparelho é ou não homologado pela Anatel.

Mas não vamos confundir, existem algumas marcas que popularmente são conhecidas como Xing-Ling mas não são, como HTC, Huawei, OnePlus, Google Pixel e Xiaomi, estas marcas possuem aparelhos de criação própria, a exemplo da Huawei que comentei ontem aqui.

Aqui tem o link para o folder eletrônico da Anatel que explica mais detalhadamente o que é um aparelho homologado ou não.

Contudo, nem tudo está perdido, há uma nota que diz que aparelhos previamente registrados com IMEI regular não serão bloqueados.

Mas como irregulares?

Muitos fabricantes, principalmente os chineses (daí vem o Xing-Ling), copiam aparelhos e os vendem imitando quase tudo, mas com algumas mudanças tão discretas que muita gente não percebe, por exemplo, hoje todos conhecem o HiPhone, mas quando lançaram o iPhone no Brasil e ele não era popular, e pegar na mão um HiPhone com o logo da maça bem parecido, enganava muita gente.

Mas hoje em dia a copia ficou tão boa, que muitas vezes não conseguimos discernir um celular verdadeiro de um falso.

E com isso, essas empresas muitas vezes clonan o IMEI, que é o número de identificação dos celulares no mundo todo, esse é o número que todas as operadoras utilizam para identificar os aparelhos nas suas redes de telefonia, e é ai que entra o SIGA da Anatel, monitorando o registro de um mesmo IMEI em diferentes antenas de celular, as chamadas ERBs (Estação Rádio Base, as antenas de celular).

Mas o que pode acontecer? Imagine você, como a operadora vai poder gerir corretamente o seu serviço de voz e dados se existem dois de você na rede (dois IMEIs iguais registrados ao mesmo tempo)?

Não tem como, ai começam a surgir problemas, aumenta o trafego nas nas redes de dados (igual quando sua internet fica lenta porque tem gente roubando seu sinal de WIFI), aumenta o consumo de banda de voz (linhas congestionam e ligações cortam ou caem), e com isso tudo, os custos de operação aumentam e vão cair no bolso dos consumidores de aparelhos regulares.

Basicamente é isso, assim, aqueles que tiverem seus telefones bloqueados, infelizmente terão de procurar modelos nacionalizados.

Abraço e até mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *